terça-feira, agosto 16, 2011

Reflexões 2011:5

Reclamar é fazer a roda do progresso caminhar. O "meu" banco parava de atender as pessoas quando o painel eletrônico que anunciava as senhas de atendimento dos clientes queimava. Parava pois reclamei e se tocaram do absurdo da situação, e agora se o painel não funciona, atendem como antigamente, quando não havia esse painel.
Outro absurdo que ainda impera é o do mesmo painel que chama "por ordem de prioridade"; se 100 pessoas com deficiência, grávidas, idosos ou semelhantes "com atendimento prioritário" entrarem no estabelecimento você terá 100 pessoas na sua frente, sem chance de saber quando será atendido. Isso nos correios, bancos, hospitais... Alguém tem de fazer algo a respeito.
Já reparou que esses "painéis de senha eletrônicos" (o do BB por exemplo é assim) muitas vezes exibem os últimos 3 atendimentos. Se os caixas vizinhos forem lerdos, o painel exibe informa que um mesmo caixa atendeu 3 pessoas, dando a ilusão que foi ao mesmo tempo, pois não informa a hora/minuto de atendimento.
Por essas e outras é que as pessoas entram em estabelecimentos movimentados e pegam duas ou mais senhas, repassando aos que chegam depois, como forma de driblar essa injustiça tecnológica.
Outra engenharia social é se passar por pessoa de atendimento prioritário (grávida, deficiente físico) para ter melhor atendimento.
Tudo isso se resolveria se houvesse um atendimento (e painel eletrônico) exclusivo para atendimento prioritário, e uma lista visível com a relação de pessoas a serem atendidas. Se eu ver 50 pessoas na minha frente no mínimo vou sair para comer algo e retorno até ser atendido...
...
Habilidade política é tão necessária quanto habilidade interpessoal. Saber lidar com o público no atacado (habilidade política) é tão importante quanto saber lidar no varejo (comunicação pessoal). Conhecimento técnico é apenas 50% das habilidades de um profissional, seja de que área for...
...
Não sou muito fã da telefonia OI, mas reconheço que o atendimento pessoal deles é dos melhores. Os funcionários parecem que passaram por treinamento de técnicas de interpretação teatral e psicologia, tal é o "tato" com que somos atendidos em suas lojas, um exemplo a ser seguido. Tão importante quanto ter o problema resolvido é ser bem recebido durante o processo.
...